high school nos eua

High School nos EUA: confira todos os detalhes

Quando pensamos em High School nos EUA, já nos vem à mente aqueles musicais e filmes que retratam essa época na vida adolescente. Normalmente, eles mostram como a escola é dividida entre os populares, as cheerleaders, jogadores de futebol, nerds e muitos outros. Mas será que a high school na vida real é mesmo assim? Vem descobrir com a gente!

Sabemos que muitos de vocês têm interesse em fazer o High School fora do país, especialmente nos EUA. Para tomar essa decisão é importante pesquisar bastante e saber todos os detalhes sobre onde o aluno irá passar esse importante período em sua formação. Levar em consideração, por exemplo, o método de ensino, divisão dos anos escolares, como eles ajudam no ingresso para as universidades, mas principalmente como é o dia a dia na High School.

Então, para tirar todas as suas dúvidas, preparamos esse conteúdo para contar um pouco mais da história, como funcionam os anos letivos, como as matérias são divididas e como é a estrutura que prepara os alunos para a universidade.

Como surgiu a High School EUA?

A etapa do High School é equivalente ao ensino médio no Brasil. Para entender toda a estrutura de hoje em dia, devemos saber como foi o decorrer da história dessa etapa do ensino norte-americano. A primeira escola High School nos EUA foi a Boston Latin School, fundada em 1635, que preparava os estudantes para seguir a carreira de direito ou na igreja.

O ano escolar variava com as estações do ano. No início foi difícil achar professores de Latim que se interessassem em dar aula, porque não era uma profissão reconhecida e o salário era baixo. Além disso, a colônia nomeou o primeiro livro didático do High School “The New England Primer”

Foi  em 1779 que Thomas Jefferson anunciou a abertura de outras escolas, dando acesso a um número maior de pessoas. Depois de alguns anos foi aprovada uma lei que obrigava ter uma escola High School em cada município, garantindo educação pública e gratuita para a população.

Com o passar dos anos várias mudanças foram feitas. Em Nova Iorque as escolas tinham o sistema Lancasteriano, onde um professor lecionava para centenas de alunos em uma sala única e depois esses alunos passavam a matéria para os mais jovens.

Com a segunda revolução industrial, os donos das fábricas começaram a exigir que os trabalhadores soubessem ler, escrever e fazer contas básicas, assim a procura pela High School aumentou.

Nos estados escravagistas o direito para todos foi mais difícil de ser alcançado, principalmente nos estados do Sul, onde era ilegal ensinar as crianças negras. Essas dificuldades só foram contornadas no século XX.

Como funciona High School nos EUA

Nos Estados Unidos o ensino médio começa a partir do nono ano, então ele possui 4 anos de duração, normalmente começando com 14 anos e indo até os 18, sendo divididos em:

●     Freshman: são os calouros, aqueles que acabaram de entrar no ensino médio que no caso é o nono ano (9th Grade);

●     Sophomores: aqueles que estão no segundo (10th Grade);

●     Juniors: aqueles que estão chegando na reta final, ou seja, o terceiro ano (11th Grade);

●     Senior:  por fim os veteranos, ou aqueles que estão no último ano do High School.

Durante esses anos, eles têm diversos professores e, ao contrário do Brasil, são os alunos que se deslocam até a sala. Eles também têm a liberdade de escolher matérias complementares, conhecidas como eletivas, além das exigidas no currículo base (matemática, história, inglês e política), dando ao aluno a chance de escolher as áreas que ele se interessa. 

Além das matérias eletivas, o High School dos EUA foca bastante em esportes e clubes, considerados atividades complementares, que são grandes portas de entrada para as universidades norte-americanas.

Tradicionalmente, as aulas são integrais, por isso existem diversas atividades extracurriculares além das matérias eletivas, sendo uma maneira excelente de destacar o currículo e fazer novas amizades. 

A rotina dos estudantes se inicia, normalmente, às sete da manhã e acaba por volta das duas da tarde. Cada aula tem a duração de 40 a 90 minutos e entre as aulas há um intervalo de cinco minutos, dando tempo para os estudantes trocarem de sala de aula. 

Também tem a hora do almoço que dura cerca de uma hora e meia e os estudantes podem comer tanto na escola quanto fora dela (dependendo da regra de cada escola). Após o término das aulas iniciam-se as atividades extras e a lição de casa vária dependendo da proposta da escola.

Um pouquinho mais sobre as matérias eletivas 

Como dissemos os estudantes do High School conseguem ampliar o seu currículo cursando diversas matérias eletivas e construir um histórico acadêmico voltado para seus interesses. Muitos, que já sabem qual carreira querem seguir, ou tem interesse em um tópico específico, pegam matérias relacionadas para se aprofundar. 

Muitas escolas possuem mais de 300 opções de matérias eletivas, permitindo que o aluno tenha matérias voltadas para diversos assuntos, como medicina, engenharia, TI e arquitetura, até matérias menos convencionais como astronomia, culinária e artes.

A cada novo período no calendário do ano letivo os alunos têm a oportunidade de escolher as matérias eletivas que querem realizar, fazendo com que o aluno tenha constante sede por conhecimento e dando a oportunidade de explorar novas áreas para ele descobrir qual caminho ele deseja seguir. 

Divisão do ano escolar

Diferente do Brasil, o ano letivo de um High School nos EUA inicia, na sua maioria, em setembro, após o summer break, ou melhor, férias de verão, onde eles têm três meses de férias para aproveitar ao máximo a estação mais quente do ano. 

Para iniciar o ano letivo há uma festa chamada Homecoming Dance ou baile de boas-vindas. Seu intuito é realizar uma integração entre os alunos e dar início, oficialmente, ao ano letivo. 

Além disso, no final de todo ano letivo do High School, há o tão esperado prom, baile de formatura, para aqueles que estão no Senior Year. Ele é uma tradição nos EUA e representa a passagem da adolescência para a vida adulta.

Ele é um baile formal (black tie) e acontece entre maio e junho, nele muitos alunos oficializam seu namoro. O convite para o prom é normalmente feito de uma forma diferente e criativa. 

Sistema de ingresso na universidade

O High School dos EUA foca em destacar o currículo dos seus estudantes para eles terem mais chances de ingressar nas universidades norte-americanas. Por serem muito disputadas, o processo de admissão possui várias etapas para selecionar os melhores estudantes.

O sistema de avaliação das candidaturas dos alunos para as universidades nos EUA é holístico, ou seja, é uma análise ampla de tudo que o aluno construiu ao longo do High School. Uma dessas etapas é analise do histórico escolar dos estudantes, por isso é importante realizar atividades complementares. São solicitadas também as famosas cartas de apresentação, onde o estudante tem a oportunidade de apresentar seus diferenciais com as próprias palavras.

Também há uma prova que pode ser comparada com o Enem, chamada SAT e/ou ACT. Tradicionalmente essa avaliação é um requerimento das universidades, mas pode ser que algumas não exijam. De qualquer forma, os alunos que fazem podem ter maiores chances de aceitação.

O teste SAT tem duas seções obrigatórias, sendo matemática, interpretação de texto e gramática em inglês. O tempo máximo para realizar o teste é de 3 horas e 50 minutos e a pontuação varia de 200 a 800 pontos.

Como a Genium pode te ajudar com isso?

Por meio dessas informações dá para ter uma noção sobre a realidade de um estudante norte-americano e como o High School se diferencia do ensino médio do Brasil.

A Genium oferece uma imersão completa do High School dos EUA, sem você sair de casa, cursando o melhor do ensino norte-americano. Tudo isso com aulas ao vivo com professores norte-americanos para aumentar o contato entre professor e aluno, ganhando a fluência de forma natural e divertida.

Além disso, no High School Genium, o aluno possui um currículo com 10 matérias exclusivas dos EUA. São quatro matérias com aulas ao vivo e seis matérias self-study. Para realizar a sua rotina de estudos, e sempre ter alguém por perto, na Genium o aluno tem também o Learning Coach, um profissional que fica sempre à disposição para ajudar!

Então o que você está esperando para iniciar nessa jornada?  No final dessa trajetória você conquista o diploma de High School com selo Cognia, reconhecido em todo o EUA e consegue construir candidaturas incríveis para qualquer universidade norte-americana! Todo aluno Genium tem uma assessoria já inclusa com o Conselheiro Americano, um profissional nativo, para te ajudar a ingressar na universidade dos sonhos!

A Genium oferece o melhor ensino de High School dos EUA, com professores nativos norte-americanos, totalmente online. Diante de tantas possibilidades, você já sabe que a Genium é a melhor, não é?

Quer saber todos os detalhes sobre nossos cursos! Clique aqui e entre em nosso site!

COMPARTILHE ESTE POST

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email